Empresária sentada em um escritório mexendo no computador abrindo um CNPJ
Categorias:

Utilidade pública: aprenda o passo a passo para abertura de CNPJ!

Abrir um CNPJ é um processo super burocrático e que a maioria das pessoas não sabem por onde começar!

O Seahub é uma empresa que faz esse serviço para você e que transforma a burocracia em agilidade e que oferece soluções rápidas fazendo você se preocupar apenas com os lucros do seu negócio!

Entenda como funciona o passo a passo de abrir uma empresa, mas é muito importante lembrar que fazer sozinho não é uma tarefa fácil.

Muitas vezes as pessoas gastam mais do que devem e seguem caminhos errados e transformam um processo que já é burocrático em mais longo e difícil!

Por isso, o Seahub recomenda que você procure empresas que oferecem esse serviço, ok?

Sem mais delongas, vamos ao passo a passo:

Escolha um contador de confiança

O primeiro passo é escolher um contador de confiança! É um passo extremamente importante no processo e essa escolha vai refletir no seu caminho até o CNPJ. Muita atenção nessa parte! Se você não conhece nenhum contador, peça indicações. O Seahub é uma empresa que pode te ajudar, pois temos um banco de contadores de confiança!

Defina seu modelo de negócio

Toda empresa possui os CNAEs, que são basicamente códigos de atividades. Esse passo é super importante, pois vai definir qual tipo de regime tributário a sua empresa é, e por isso é super importante ter orientação, para que você não pague mais do que precisa. O contador ou empresa contratada vai sempre te ajudar a tomar a melhor decisão e o seu CNPJ vai ser aberto da melhor forma!

Escolha o tipo de empresa que você deseja abrir

Uma coisa que vai te ajudar a escolher é o seu faturamento anual. Existem algumas opções e vou listá-las abaixo para que você entenda qual é a melhor opção para você!

MEI – Microempreendedor Individual

O microempreendedor individual é aquele profissional que atua por conta própria, são conhecidos por serem autônomos. Mas é bem limitado, só é permitido ter um sócio e o faturamento anual não pode ultrapassar os 81 mil reais. Nesse tipo de empresa, só é possível contratar um CLT!

ME – Microempresa

A microempresa já consegue te dar alguns benefícios a mais: nesse modelo, é possível ter um ou mais sócios e o faturamento anual sobe para 360 mil reais!

EPP – Empresa de Pequeno Porte

Aqui, já é possível faturar anualmente entre 360 mil reais e 4,8 milhões!

Qual a natureza jurídica da sua empresa

Esse é o momento de escolher. Existem quatro tipos:

EI – Empresário Individual

Como o próprio nome sugere, essa é uma escolha para quando não se tem sócios (mas não a única). Aqui, não é preciso ter uma quantia X de dinheiro para abrir o CNPJ. Todavia, é preciso ficar atento: nesse regime seu patrimônio individual pode ser comprometido se necessário for.

EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada

Tal qual no EI, esse regime é uma escolha válida para aquelas empresas que só possuem um sócio. Nesse modelo, seu patrimônio pessoal não é posto em jogo caso seja necessário, mas tem uma exigência de um capital mínimo de 100 salários mínimos em bens. Em caso de dívidas, esse valor deve estar disponível para quitação!

SLU – Sociedade Limitada Unipessoal

Esse regime é o melhor dos dois mundos para aqueles que não possuem sócios: não possui renda mínima e os patrimônios particulares não correm perigo!

LTDA – Sociedade Limitada

Por último, mas não menos importante, a LTDA é o regime para empresas formadas por dois ou mais sócios. Nesse caso, não existe exigência de valor mínimo!

Defina qual atividade será exercida

O seu contador irá te ajudar com a melhor escolha, pois existem uma infinidade de serviços, e aqui tem uma planilha com todos que podem ser escolhidos! Se a sua empresa vai exercer mais de um serviço, deve ser levado em consideração aquele que mais vai gerar receita! Todo CNPJ pode oferecer mais de um serviço, mas é necessário que tenha um principal. 🙂

Qual o regime tributário da empresa?

A ajuda do seu contador e da empresa contratada é extremamente importante nessa escolha, para que você não pague mais do que precisa. Para que você entenda melhor, existem três escolhas:

Simples Nacional

É a opção que é considerada a mais vantajosa para empresas que estão começando. O lucro anual permitido nesse Regime é de 4,8 milhões de reais!

Lucro Presumido

Nesse modelo, o faturamento anual não deve ultrapassar os 78 milhões de reais anuais.

Lucro Real

No Lucro Real, o faturamento anual deve ser maior que 78 milhões de reais.

Elabore seu contrato social

É esse documento que vai definir quem é (ou quem são) o(s) responsável(is) legal(is) da empresa!

Junte os documentos necessários

  1. RG e CPF;
  2. Comprovante de endereço;
  3. Certidão de nascimento ou casamento;
  4. Cópia do IPTU.

Consiga o alvará de funcionamento

Mas fique atento e converse com o seu contador ou empresa contratada sobre, pois nem todo tipo de CNPJ precisa ter esse alvará!

Faça a sua inscrição

Esse checklist é super importante e é o processo que você deve seguir para conseguir o seu CNPJ. Lembrando sempre que a presença de um contador é indispensável nessa situação! Se você não quer ou não tem tempo a perder com essas burocracias, basta entrar em contato com a gente que vai ser um prazer abrir o seu CNPJ.

Até a próxima! 🙂

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.