Mulher branca encarando o computador e pensando sobre como funciona o processo sobre pesquisa de marca.
Categorias:

Como aprender a fazer uma pesquisa de marca no INPI em 5 minutos

Todo bom empreendedor sabe: só é dono da marca quem a registra.

Mas, para isso, o nome precisa estar disponível para registro na pesquisa de marca, né?

Pois é, caro empresário… se você não teve o cuidado de registrar sua marca logo no início, saiba que você pode estar usando uma marca de outra pessoa, estando sujeito a multas altíssimas.

Por outro lado, se você estiver começando a empreender agora e está buscando se certificar antes de investir em um branding, well done! Estou orgulhosa de você.

De qualquer forma, vou te ajudar. Mas primeiro… você entende por que deve fazer esse processo?

Por que fazer o registro de marca?

Se eu te perguntar qual o primeiro passo para quem começa a empreender, provavelmente você vai me dizer: abrir um CNPJ.

Apesar de ser super importante, não é bem por aí que você deve começar.

Muita gente tem a ideia de negócio, modela e cria uma identidade visual. E aí é que mora o maior erro de todos.

Como você vai investir em marketing de algo que você nem sabe se é autorizado a usar?

Isso mesmo: marcas que não são registradas no INPI estão atuando de forma irregular e podem sofrer graves consequências.

Muita gente faz esse caminho e, no futuro, recebe uma notificação do órgão responsável e precisa refazer tudo: logotipo, identidade visual, branding e até redes sociais. Um prejuízo e tanto, né?

Por isso, recomenda-se: quer abrir um negócio? Confira se o nome, marca e logotipo estão disponíveis para registro.

Evitar esse passo é um “barato que sai caro”. E acredite em mim, poucos negócios estão preparados financeiramente para um baque que uma multa do INPI pode causar.

Inclusive, o Seahub já errou feio antes de registrar a marca… e olha no que deu:

Como fazer uma pesquisa de marca no INPI?

Existem alguns jeitos de você fazer isso, mas hoje vou te ensinar o mais fácil de todos.

Busque empresas qualificadas e que trabalhem com esse tipo de serviço para te auxiliar nesse processo.

Navegar e tentar ter uma marca deferida no INPI por conta própria pode ser mais difícil do que parece, e a necessidade de várias tentativas vai te custar duas coisas super valiosas: tempo e dinheiro.

A maneira mais simples, portanto, é acessar a página de Registro de Marca do Seahub e preencher o formulário com o nome da marca que você deseja registrar.

Em menos de 24h você vai receber o seu retorno e saberá, então, se a sua marca está disponível para registro no INPI.

É super fácil, né?

Agora você já sabe qual caminho seguir para o seu registro de marca!

Se você tiver alguma outra dúvida em relação a esse processo, não hesite em entrar em contato com a gente.

Vai ser um prazer te ajudar, e o melhor: sem nenhum compromisso, tá?

Lembre-se: nós não temos urgência em te vender, mas sim você em proteger seu negócio.

Quem conhece o Seahub sabe: nosso objetivo é fazer você crescer. Se tiver interesse saber mais sobre Registro de marca ou sobre outras soluções digitais que oferecemos (certificado digital, escritório virtual ou abertura de empresas), acesse o site do Seahub!

Se quiser aprender ainda mais sobre esse processo, quanto custa e qual a melhor forma de fazê-lo, você está com sorte. Acesse nosso guia completo de registro de marca e saiba tudo que você precisa saber.

Não deixe de acompanhar o nosso blog e nos siga nas redes sociais.

Até a próxima! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.