mulher segurando um computador em um fundo rosa, representando o blogpost sobre registro de marca
Categorias:

10 riscos que você corre por não ter registro de marca em 2022

Normalmente, ao abrir uma empresa, a primeira decisão que o empreendedor toma é a escolha do nome da empresa.

Essa tarefa não é nada fácil, mas em compensação, não existe alegria maior do que encontrar o nome perfeito.

O problema é quando o trabalho do gestor para por aí, deixando o nome da empresa desprotegido e vulnerável.

Afinal, até então, essa marca não é sua.

A única maneira de proteger o nome da sua empresa é por meio do registro de marca.

Continue a leitura e entenda o que é o registro de marca e quais riscos você evita com esse processo.

O que é registro de marca?

O registro de marca é um título emitido pelo INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) que garante o direito de propriedade e uso exclusivo da marca em todo o território nacional.

O processo do registro começa com uma consulta de disponibilidade junto ao INPI e o encaminhamento de documentos.

Após o pagamento de taxas e o acompanhamento do processo, o resultado sai. Então, com a marca deferida, está na hora de crescer e conquistar espaço no mercado.

Saiba como funciona e quanto custa esse serviço.

10 riscos de não registrar sua marca

Para quem está entrando no mercado agora, a necessidade de registro de marca pode ser uma surpresa.

Mas a realidade é que nome de empresa não é igual a nome de pet, que você escolhe um e chama de seu. E se alguém nomear igual, fica por isso mesmo.

No caso da marca, você só se torna dono a partir do momento que registra. E até então, você está correndo o risco de:

Perder sua marca para outra empresa

A Lei da Propriedade Industrial (Lei 9.279/96) define que a pessoa/empresa que registra primeiro a marca tem direito ao uso exclusivo dela.

Isso quer dizer que mesmo utilizando a marca há muito tempo, você pode perder o nome da empresa para outra pessoa.

Precisa de um exemplo? O Burger King passou por isso. Quando começou a se expandir no mercado, a rede de fast food decidiu abrir uma franquia na Austrália.

Porém, um empresário americano, morador da Austrália, foi mais rápido e registrou o nome no país. A hamburgueria teve que mudar o nome e chama-se Hungry Jack’s no país australiano até hoje.

Infringir outras marcas

O primeiro passo para registrar a marca é consultar a disponibilidade do nome junto ao INPI. Em outros textos, já ensinamos como fazer a consulta em 5 minutos.

Se já existir empresa com o nome, pode ter certeza de que nem adianta levar o processo adiante, pelo menos não com essa ideia de nome. Afinal, aquela marca já tem dono.

Se você segue utilizando esse nome mesmo assim, você está infringindo o direito de outra pessoa e pode ter problemas maiores no futuro.

Pagar indenizações

Se o caso anterior acontecer, a empresa dona da marca pode te processar a qualquer momento.

E então, não tem retórica que salve: você terá que pagar indenização. E claro, perde o direito de uso da marca.

Não ter direitos legais sobre a marca

O registro de marca te dá mais do que segurança, ele também pode te proporcionar lucro.

Feito o processo, você pode licenciar o uso de sua marca para outras empresas e cobrar royalties sobre isso.

Jogar dinheiro fora

Após a escolha do nome, a empresa passa por todo um processo de branding, identidade visual e marketing.

Você deve saber melhor que eu, mas preciso destacar os fatos: há um grande investimento de tempo e dinheiro nessa fase.

Caso você perca sua marca por falta de registro, o investimento foi em vão  —  e provavelmente o processo vai ter que ser repetido com o próximo nome. Ninguém merece, né?

Ficar desprotegido da concorrência

Eu não estava mentindo quando disse que a única forma de proteger sua marca é pelo registro.

Sem isso, outras empresas podem se apropriar da sua marca, clientes, campanhas e ideias. Como sua empresa não é dona da marca, você não tem aparato legal para contestar o plágio.

Perder seu perfil nas redes sociais

Eu aposto que sua empresa tem um perfil online. Acertei?

A realidade é que o marketing digital se tornou um grande aliado dos negócios, mas até as redes sociais da empresa correm risco sem o registro.

Para explicar melhor, vamos supor que você possui um perfil no Instagram com o nome da sua empresa.

Caso outra pessoa registre esse mesmo nome, ela pode reivindicar o usuário por meio de comprovação dos documentos de registro.

E nessa situação, você perde o perfil, seguidores e, possivelmente, clientes.

Perder a confiança dos clientes

O primeiro contato que o cliente tem com a empresa é pela marca. Desde então, os clientes criam um relacionamento com a organização e passam a confiar nela.

Como a marca é amplamente divulgada, se houver uma mudança repentina é provável que os clientes percam a confiança e suspeitem da alteração.

Como hoje em dia existem muitas possibilidades de golpe, a desconfiança dos consumidores costuma ser grande.

Afetar a reputação da empresa

O fato de ter enfrentado processo e sofrido indenizações pode passar uma imagem negativa da empresa, comprometendo sua reputação.

Assim, todo o esforço feito para construir a imagem da marca é perdido.

Desperdiçar a possibilidade de crescimento

Eu imagino que você tenha expectativas de crescimento para o seu negócio. Possivelmente, um dos sonhos é se ampliar no mercado e abrir uma franquia.

Por isso, você precisa saber: somente marcas registradas podem abrir franquias.

Onde você pode conseguir o seu registro de marca no INPI

O processamento do registro de marca dura em torno de 10 meses.

Durante esse tempo, é necessário acompanhar o andamento do processo, ficar de olho em prazos e pagar as taxas.

Para registrar o nome da sua empresa, você tem duas opções: realizar o registro por conta própria ou contratar o serviço com uma empresa.

No segundo caso, um especialista vai te orientar do começo ao fim e cuidar de todo o processo.

Além disso, por já estar familiarizada com o processo, a empresa responsável costuma dar indicações que aumentam as chances de diferimento.

Conclusão

A sua marca é o maior ativo da sua empresa e merece ser cuidada como tal.

Já te alertei sobre o perigo de não registrar sua marca, agora você pode decidir entre continuar correndo os riscos ou proteger sua empresa.

Independentemente da resposta, o Seahub é uma empresa de soluções digitais que oferece o registro de marca.

A consulta de disponibilidade é feita gratuitamente e em menos de 24 horas.

Nos colocamos disponíveis para falar mais sobre o serviço.

Boa sorte e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.